quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Consumidor pagou R$ 100 milhões a mais por energia nos últimos 8 meses

Danilo Verpa - 11.nov.2009/Folhapress
Torre de transmissão de energia próxima à estação de Furnas, na cidade de Itaberá (SP)
Torre de transmissão de energia próxima à estação de Furnas, na cidade de Itaberá (SP)
 
31/12/2015 02h00
 
  Um erro no software da CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) permitiu que comercializadores de energia obtivessem um ganho indevido de R$ 100 milhões nos últimos oito meses. Este valor foi pago na conta de luz de clientes residenciais e empresariais.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

BBC Revista 'Economist' prevê 2016 'desastroso' para o Brasil e culpa Dilma

BBC


Reprodução
Capa da revista 'The Economist' diz que Brasil tera 2016 "desastroso"
Capa da revista 'The Economist' diz que Brasil terá 2016 "desastroso"

 "Dilma Rousseff e o desastroso ano que vem pela frente", diz a nova edição da revista britânica The Economist. Uma foto da presidente em pose cabisbaixa, sob a frase "A Queda do Brasil", ocupa a capa do primeiro número da publicação em 2016.

THE WEEK: O Brasil em tumulto

“O BRASIL COMO ELE NUNCA QUIS SER VISTO “
VERGONHA INTERNACIONAL, SEM CREDIBILIDADE…
WEEK
FUN

Renúncia


O Estado de S. Paulo, 14/12/2015

Fórum dos Leitores, p. A2

Sandro Ferreira, Ponta Grossa PR


Desde o dia em que Dilma Rousseff instituiu a obrigatoriedade de todo o seu staff, correligionários e visitantes se dirigirem a ela como “presidenta”, desconfiei que algo de muito ruim estava por vir.

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Salário mínimo subirá de R$ 788 para R$ 880 em 2016



João Wainer/Folhapress
ORG XMIT: 235801_0.tif Cédulas de Real. (Foto de João Wainer/Folhapress)
Cédulas de real; com baixo rendimento da poupança, investidores buscam alternativas de investimento



 A presidente Dilma Rousseff assinou decreto nesta terça-feira (29) fixando o salário mínimo em R$ 880, acima do previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2016. O valor entra em vigor a partir de 1º de janeiro e representa um aumento de 11,7% em relação ao salário mínimo atual de R$ 788.

Promessa descumprida

De 3 mil cargos que seriam extintos por Dilma, apenas 346 foram cortados até agora 

Simone Iglesias e Martha Beck, O Globo

Reforma política (Foto: Arquivo Google)A reforma administrativa anunciada pela presidente Dilma Rousseff no início de outubro, prevendo reduções de salários, de ministérios, de secretarias especiais e de cargos comissionados, mal saiu do papel. Pressionada a enxugar a máquina pública para cobrir o déficit de R$ 30,5 bilhões previsto na ocasião no Orçamento de 2016, a presidente prometeu cortar ministérios e reduzir número de cargos de confiança, mas, até agora, os cortes foram pífios.

Com 2ª aposentadoria, Jaques Wagner vai receber R$ 29 mil por mês


Câmara concede regalia de R$ 10 mil ao petista um mês depois de o governador da Bahia sancionar benefício vitalício de R$ 19 mil para ele mesmo

Brasília - Cotado para o ministério das Comunicações no segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), nem vai precisar assumir o cargo ou sequer trabalhar para mesmo assim ter uma renda mensal de R$ 29 mil. Quatro semanas após garantir uma aposentadoria vitalícia de R$ 19 mil da Assembleia Legislativa da Bahia, sancionada por ele mesmo, Wagner conseguiu um segundo benefício do poder público, desta vez pela Câmara dos Deputados. O petista vai receber R$ 10 mil pelo período em que foi deputado federal, entre 1990 e 1998.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Museu da Língua Portuguesa – renascer das cinzas

A destruição do Museu da Língua Portuguesa, no trágico incêndio de há uma semana, constitui um golpe nos planos de recuperação urbana que há mais de uma década vêm sendo prosseguidos em São Paulo.

Economistas preveem juros em 15,25% para o final de 2016

Alex Almeida - 5.out.2008/Folhapress
 

Atualmente em 14,25%, a meta da taxa de juros Selic deve chegar a 15,25% no fechamento de 2016, segundo o centro (mediana) da previsão de economistas consultados pelo Banco Central.

domingo, 27 de dezembro de 2015

Quatro estratégias para não engordar nas festas de fim de ano



Por Juliana Vines


A ceia de Natal nem terminou de ser digerida e o Ano-Novo já está aí para atrapalhar qualquer pretensão de dieta. Com tantas comemorações, nesses dias a ideia não é fazer regime para emagrecer mas sim não comer demais e engordar, segundo a nutricionista Ana Carolina Moron Gagliardi, doutora em cardiologia pela USP.

Depoimentos ligam Lula a reforma de imóvel da OAS

Moacyr Lopes Junior - 23.dez.14/Folhapress
Prédio no Guarujá (SP) cujo triplex se destinava a Lula
Prédio no Guarujá (SP) cujo triplex se destinava a Lula

27/12/2015 02h00

O Ministério Público de São Paulo investiga se a empreiteira OAS buscou favorecer o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao reservar para a família dele um apartamento triplex no Guarujá (litoral de SP) e pagar por uma reforma estrutural no imóvel no valor de R$ 700 mil.

Luz deve subir, em média, 15% no ano que vem

mercado aberto

 As tarifas de energia elétrica em todo o país devem subir, em média, 15% no próximo ano, segundo projeções da Thymos Energia, consultoria especializada no setor.

Base política de Delcídio se desintegra depois de prisão



petrolão


Pedro Ladeira - 26.mai.2015/Folhapress

Delcídio do Amaral (PT-MS), ex-líder do governo no Senado
Delcídio do Amaral (PT-MS), ex-líder do governo no Senado

27/12/2015 02

 Considerado o político mais promissor de sua geração em Mato Grosso do Sul, o senador Delcídio do Amaral (PT) viu esfarelar a sua base eleitoral  após ser preso em um desdobramento cinematográfico da Operação Lava Jato.

Depoimentos ligam Lula a reforma de imóvel da OAS

Moacyr Lopes Junior - 23.dez.14/Folhapress
Prédio no Guarujá (SP) cujo triplex se destinava a Lula
Prédio no Guarujá (SP) cujo triplex se destinava a Lula

27/12/2015 02h00

O Ministério Público de São Paulo investiga se a empreiteira OAS buscou favorecer o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao reservar para a família dele um apartamento triplex no Guarujá (litoral de SP) e pagar por uma reforma estrutural no imóvel no valor de R$ 700 mil. 

BNDES paga R$ 4,8 bi à União para fechar contas

 O BNDES vai repassar R$ 4,8 bilhões em dividendos à União. Os recursos vão ajudar a pagar as chamadas "pedaladas fiscais", dinheiro devido aos bancos públicos e ao FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

sábado, 26 de dezembro de 2015

Exclusivo: A delação paralisada

Brasil 10:17 
O Antagonista, em pleno período de festas, amolou os procuradores da Lava Jato (perdão, perdão, perdão) para tentar entender por que a delação da Andrade Gutierrez – aquela que vai derrubar Dilma Rousseff – ainda não foi homologada.

Planalto manterá estratégia de pintar Cunha como ‘vilão’ do impeachment mesmo se ele cair

A coluna Painel é publicada diariamente em 'Poder'
Perfil completo
 
Por Painel

Unidos para sempre O Planalto e o PT pretendem continuar rivalizando sobre o impeachment com Eduardo Cunha, ainda que o peemedebista seja apeado da presidência da Câmara no ano que vem. Para auxiliares de Dilma Rousseff, ter transformado o deputado em vilão da narrativa vem dando resultado. A ideia é enfatizar que o pedido nasceu como fruto de um “pecado original” e que, contaminado desde o princípio, não tem legitimidade mesmo que Cunha já não esteja à frente do processo formalmente.

Governo conta com aumento de tributos enquanto espera CPMF

Alan Marques/ Folhapress
BRASÍLIA, DF, BRASIL, 21.12.2015. A presidente Dilma Rousseff cumprimenta o ex-ministro Joaquim Levy durante a posse aos mnistros da Fazenda, Nelson Barbosa, no Planalto. (FOTO Alan Marques/ Folhapress) PODER
Presidente cumprimenta o ex-ministro Joaquim Levy durante a posse de Nelson Barbosa (Fazenda)

26/12/2015 02h00

 Enquanto tenta ressuscitar o imposto do cheque, que pode render R$ 10 bilhões para os cofres federais a partir de setembro, a equipe econômica pode aprovar no Congresso, no primeiro trimestre de 2016, aumentos pontuais de tributos para garantir uma situação de caixa melhor do que a vivida neste ano.

Com inadimplência em alta, Caixa vende R$ 9,3 bilhões em ‘créditos podres’ em 2015

A coluna Painel é publicada diariamente em 'Poder'
Perfil completo
 
 
Por Painel
 
Faxina Com o aumento da inadimplência, a Caixa turbinou neste ano a venda ao setor privado dos chamados “créditos podres”, os financiamentos feitos pelo banco estatal e que não foram pagos pelos clientes. No total, foram repassados R$ 9,3 bilhões desses “micos”.

Cunha quer emplacar aliado se for afastado pelo Supremo


petrolão

Gabriela Korossy/Agência Câmara
O deputado Waldir Maranhão (PP-MA), vice-presidente da Câmara e aliado de Cunha
O deputado Waldir Maranhão (PP-MA), vice-presidente da Câmara e aliado de Cunha



Sobradinho chega perto do volume morto e pode voltar a ser sertão

Marco Aurélio Martins/Folhapress
SOBRADINHO, BA, 16.12.2015: BARRAGEM-BA - Área que foi submersa com a construção da barragem e, agora, reapareceu com a baixa do volume de água do lago de Sobradinho. (Foto: Marco Aurélio Martins/Folhapress) *** PARCEIRO FOLHAPRESS - FOTO COM CUSTO EXTRA E CRÉDITOS OBRIGATÓRIOS *** ORG XMIT: AGEN1512162106425174 *** PARCEIRO FOLHAPRESS - FOTO COM CUSTO EXTRA E CRÉDITOS OBRIGATÓRIOS ***
Lago de Sobradinho (BA), cujo volume está em 1,98%

26/12/2015 02h00


 Quase 40 anos depois de Sá & Guarabyra cantarem na música "Sobradinho" que "o sertão vai virar mar", o sertão está voltando a ser sertão.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Dilma assina decreto que pode perdoar penas de Dirceu, Delúbio e Jefferson


Um decreto assinado pela presidente Dilma Rousseff, chamado de indulto natalino, publicado nesta quinta-feira (24), pode beneficiar condenados pelo STF (Supremo Tribunal Federal) no mensalão, como o ex-ministro José Dirceu (Casa Civil), os ex-deputados João Paulo Cunha (PT-SP), Valdemar Costa Neto (PR-SP), o delator do esquema Roberto Jefferson e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares.

Acordaram o Chico

sérgio malbergier

Alguns cariocas e petistas em geral estão indignados com o que chamam de "agressão" a Chico Buarque no Leblon. Eu não vi agressão, mas um debate em termos muito mais civilizados (e alcoolizados) do que, por exemplo, o que petistas costumavam fazer quando tinham (mais) poder.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Chico Buarque dá ‘recado’ após bate-boca com jovens no Leblon

Por Ygor Salles
 De cara... vamos responder o recado do Chico assim:
 
Chico Buarque usou sua conta no Facebook na madrugada desta quarta-feira (23) para dar um ‘recado’ aos jovens com quem bateu boca na madrugada de terça em frente a um restaurante no Leblon (zona sul do Rio).

Receita investiga doações de empreiteiras ao Instituto Lula

brasil em crise

10.dez.15/Zipi/Efe
GRA271. MADRID, 10/12/2015.- El expresidente de Brasil Luiz Inácio Lula da Silva, momentos antes de ser recibido en audiencia por el Rey Felipe VI, hoy en el Palacio de la Zarzuela en Madrid. EFE/Zipi ORG XMIT: GRA271
O ex-presidente Lula durante evento em Madri, capital da Espanha

23/12/2015 02h00

 A Receita Federal abriu uma ação para fiscalizar a movimentação financeira do Instituto Lula, fundado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva após deixar o Palácio do Planalto.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Feliz Natal e um Ano Novo, novo.

Caríssimos leitores,

Muito embora achando que se pode ser Gentil e Útil  todos os dias do ano, ainda me rendo às datas convencionais, e por isso, aproveito a oportunidade para agradecer por poder batalhar junto com cada um de vocês por dias melhores para o nosso PAÍS.

Desejo a vocês e suas famílias tudo que desejo a mim mesma: Saúde, Sorte e Sucesso. Sempre!

Que 2016 seja um Ano mais Humano e que consigamos nos livrar dos "mal feitos" e seus malfeitores para que possamos viver com dignidade num país mais LIMPO!!!

Sinceramente,

Leopoldina Corrêa   


Relator das pedaladas contraria TCU e defende aprovar contas de Dilma


brasil em crise



Dilma faz discurso durante posse do novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, e do ministro do Planejamento, Valdir Simão. Leia mais

Contrariando a recomendação do TCU (Tribunal de Contas da União), o relator das chamadas pedaladas fiscais na Comissão Mista de Orçamento do Congresso, senador Acir Gurgacz (PDT-RO), apresentou seu parecer nesta terça-feira (22) pedindo a aprovação com ressalvas das contas de 2014 da presidente Dilma Rousseff.

Líder tucano: ‘Via do impeachment se estreitou’





Líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB) declarou: “É preciso reconhecer que a via do impeachment se estreitou” depois que o STF fixou um rito processual que favorece Dilma Rosseff. Um dos tucanos mais próximos do presidenciável Aécio Neves, Cunha Lima afirmou ao blog que o impedimento de Dilma depende do PMDB e do povo. O partido dividiu-se. “Michel Temer perdeu força. Ganhou um protagonismo maior Renan Calheiros, que está alinhado com a Dilma.” Quanto ao povo, “não se mostrou muito entusiasmado para ir às ruas com o propósito de derrubar a Dilma e colocar o Michel no lugar dela.”

Lewandowski receberá Cunha e líderes na quarta para discutir impeachment

brasil em crise


 O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, marcou para quarta-feira (23) a audiência requisitada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), junto a líderes partidários para esclarecer dúvidas sobre o rito do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

De onde vem tanta ousadia de Renan, o investigado em 6 inquéritos que quer impedir o impeachment e destituir Temer?


Blog Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo
Há coisas que a lógica convencional não explica. Quando isso acontece na política, quase sempre a verdade está com alguma tramoia subterrânea. Então vamos ver.

Em vídeo, FHC defende que país 'resolva a questão política' em 2016


brasil em crise



Fernando Henrique Cardoso
NO FACEBOOK
Mensagem de fim de ano de FHC: "Temos que ter a coragem de mudar o modo de como se faz política no Brasil. Vamos acreditar que somos um País que pode ir adiante, pois nosso maior recurso somos nós mesmos, o povo brasileiro."

Ninguém confia no Brasil da Miss Pixuleco

alx_dilma-rousseff-presidente-20151218-0002_original
Divando

Tuitadas:
– Cunha pediu audiência com Lewandowski para discutir impeachment. Se fosse Dilma, marcava reunião secreta com presidente do STF em Portugal.

– STF não explicou votação aberta sem chapa alternativa, mas Folha chama a tentativa de tirar dúvida de “estratégia para postergar o trâmite do impeachment”.

Sony desenvolve projeto que pode deixar bateria de celular 40% mais potente


A Sony está desenvolvendo um projeto que pode aumentar em até 40% a potência e tempo de duração das baterias de seus celulares. A ideia é alterar as substâncias químicas utilizadas atualmente no interior desses componentes, eliminando o lítio em favor de uma combinação de magnésio e enxofre, além de outra variedade que mantém a matéria-prima atual. Vale lembrar que o top de linha da empresa, atualmente, é o Xperia Z5, e a bateria é de 2.900 mAh.

Temer é sondado pelo vice-presidente dos EUA para visitar Washington

mônica bergamoMichel Temer recebeu sondagem do vice-presidente dos EUA, Joe Biden, para visitar Washington. O Itamaraty já está conversando com a diplomacia americana para tratar da formalização do encontro. 

Alstom vai pagar R$ 60 mi para se livrar de processo sobre propina

brasil em crise

 Em um acordo fechado na Justiça, a Alstom aceitou pagar uma indenização de cerca de R$ 60 milhões para se livrar de um processo em que é acusada de pagar propina para conquistar um contrato de fornecimento de duas subestações de energia, em 1998, para uma empresa do governo de São Paulo, na gestão do tucano Mário Covas.

Secretário de Fazenda prevê rombo de R$ 10 bilhões em 2016

Secretário de Fazenda do Rio prevê rombo de R$ 10 bilhões em 2016 - Adriano Machado / Bloomberg

Para Julio Bueno, projetos aprovados na Alerj podem gerar R$ 5 bilhões

RIO - No olho do furacão da crise do estado, o secretário de Fazenda, Julio Bueno, não está otimista para 2016. Ele estima que o déficit nas contas do estado chegue a R$ 10 bilhões. Bueno admitiu que, diante da queda na arrecadação em 2015 e também das perdas de receitas de royalties, o estado deve deixar para o ano que vem mais R$ 3 bilhões de restos a pagar — despesas não quitadas neste exercício e que foram empurradas para o próximo. Com isso, o rombo seria de R$ 13 bilhões.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

No Brasil, o maior inimigo do povo é o Estado


Publicado em 21 de dez de 2015
No Prato Feito, Marcelo Madureira analisa que a dobradinha entre PT e PMDB é indigesta. Acompanhe a conversa bem-humorada.

vejapontocom

Mercado teme que Barbosa ceda a pressões para crescer a qualquer custo


brasil em crise

Alan Marques/Folhapress

Anunciado como novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa concede entrevista coletiva no Palácio do Planalto
O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, durante coletiva em Brasília

21/12/2015 14h33

O maior temor do mercado, com a nomeação de Nelson Barbosa para o Ministério da Fazenda, é a perda de um "contraponto" e "anteparo" a ideias "malucas" ou "extremas" caso a pressão sobre a presidente Dilma venha a aumentar na busca de fazer a economia voltar a crescer a qualquer custo. 

Temer faz operação para evitar racha que tenta tirá-lo do comando do PMDB

Marlene Bergamo - 11.dez.15/Folhapress
O vice-presidente da República, Michel Temer, que também é presidente nacional do PMDB
O vice-presidente da República, Michel Temer, que também é presidente nacional do PMDB
 
21/12/2015 15h01 
 
O vice-presidente Michel Temer começou uma operação para acalmar os ânimos dentro do seu partido, o PMDB, e evitar o aprofundamento do racha que visa minar sua permanência no comando nacional da sigla.

Para Aécio, Temer foi parceiro da gestão que fez o Brasil voltar 20 anos


Pedro Ladeira/Folhapress
Opresidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (PSDB-MG) em seu gabinete no senado federal
O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (PSDB-MG) em seu gabinete no senado federal

21/12/2015 02h00

O senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do PSDB, acredita que os tucanos não devem "nem sequer pensar em cargos" em um eventual governo capitaneado pelo hoje vice-presidente Michel Temer (PMDB). A fala coloca um freio aos acenos de integrantes de sua sigla na direção do peemedebista. 

Renan Calheiros arma plano para tirar Michel Temer do comando do PMDB

brasil em crise

Pedro Ladeira - 10.mar.15/Folhapress
O presidente do Senado, Renan Calheiros (à esq.) e o vice-presidente da República, Michel Temer
O presidente do Senado, Renan Calheiros (à esq.) e o vice-presidente da República, Michel Temer

21/12/2015 12h00

 O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), montou o mapa da guerra que promete travar em seu partido para tirar Michel Temer do comando nacional do PMDB.

Idade mínima para aposentadoria será proposta na reforma da Previdência, diz Barbosa

Entenda a fórmula 85/95 para aposentadoria e veja se você se beneficia dela como alternativa ao fator previdenciário. Leia mais



O novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, afirmou nesta segunda-feira (21) que o governo deve enviar no começo de 2016 uma proposta de reforma da Previdência ao Congresso, com idade mínima para aposentadoria.

A mulher que jura ser honrada virou parceira de Renan

 Publicado em 21 de dez de 2015
Para salvar o mandato, Dilma Rousseff está disposta a fazer o que Renan Calheiros quiser. Acompanhe no comentário do colunista de VEJA Augusto Nunes.

vejapontocom

Entre deputados, 42% são pró e 31% contra o impeachment

brasil em crise

 Pesquisa Datafolha feita com deputados federais mostra que há mais parlamentares decididos a votar a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff do que os que anunciam ser contrários ao afastamento dela.
Nenhum dos dois lados, no entanto, já tem os votos suficientes para sair vencedor.

domingo, 20 de dezembro de 2015

Ministra nega pedido de filho de Lula para ter acesso à íntegra da Zelotes


operação zelotes




A ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Cármen Lúcia negou a concessão de uma liminar (decisão provisória) pedida pelo empresário Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, para ter acesso à íntegra do inquérito que o investiga na Operação Zelotes. 

Segundo o Datafolh barasileiro começa a bocejar diante do impeachment


Dilma Rousseff de mãos dadas com o investigado Renan Calheiros dá sempre a impressão de uma senhora brincando no barro depois do banho. Michel Temer com o denunciado Eduardo Cunha a tiracolo transmite a imagem de um senhor que apertou o cinto por baixo do cós das calças, podendo perdê-las a qualquer momento. Uma oposição que passa meses negociando com o sujo a deposição da mal lavada revela um comportamento de alto risco, com clara tendência para a autodesmoralização. E a plateia, submetida a um simulacro de democracia, boceja. Em vez de passeatas, faz a sesta depois da macarronada de domingo. Sob protesto.

Análise em conversa com os comentaristas J10


J10 passa em revista principais temas da semana na política e economia 

 http://g1.globo.com/politica/blog/blog-do-camarotti/post/j10-passa-em-revista-principais-temas-da-semana-na-politica-e-economia.html

sábado, 19 de dezembro de 2015

Supremo autoriza quebra de sigilo fiscal e bancário de Renan

brasil em crise


Pedro Ladeira - 15.dez.2015/Folhapress
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), durante sessão legislativa
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), durante sessão legislativa



O STF (Supremo Tribunal Federal) autorizou, no último dia 9, a quebra do sigilo bancário e fiscal do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB). A informação foi noticiada pela revista "Época" e confirmada pela Folha.

Polícia Federal pede para investigar relações do PT com o Banco Schahin


petrolão

18/12/2015 18h16

 A Polícia Federal pediu ao juiz federal Sergio Moro, que atua nos processos da Operação Lava Jato, autorização para investigar as relações entre o PT e o Banco Schahin. O delegado Filipe Pace, que assina o pedido, diz que o fato de o banco nunca ter cobrado um empréstimo de R$ 12 milhões, que teria beneficiado o partido, guarda semelhanças com o mensalão.

Cunha e oposição estudam driblar decisão do STF sobre impeachment

brasil em crise

Pedro Ladeira/Folhapress
O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), fala com a imprensa sobre a decisão da maioria dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre o rito do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), dá entrevista coletiva



 O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, reuniu indícios de que o vice-presidente, Michel Temer (PMDB), recebeu R$ 5 milhões do dono da OAS, José Adelmário Pinheiro, o Leo Pinheiro, um dos empreiteiros condenados em decorrência do escândalo da Petrobras.

Em mensagem, Cunha cita repasse de R$ 5 milhões a Michel Temer

Poder

Pedro Ladeira/Folhapress
O vice-presidente Michel Temer e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, participam do congresso do PMDB em Brasília (DF)
O vice-presidente Michel Temer e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha,em evento do PMDB
19/12/2015 02h00

 O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, reuniu indícios de que o vice-presidente, Michel Temer (PMDB), recebeu R$ 5 milhões do dono da OAS, José Adelmário Pinheiro, o Leo Pinheiro, um dos empreiteiros condenados em decorrência do escândalo da Petrobras.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

No depoimento à PF, Lula critica Lava Jato e admite amizade com Bumlai

Reprodução
Fotos que registram a amizade de Jose Carlos Bumlai com o ex-presidente Luis Inacio Lula da Silva e que teriam sido anexadas ao processo da Lava Jato na 21ª fase da operacao. Credito: Reproducao ***DIREITOS RESERVADOS. NÃO PUBLICAR SEM AUTORIZAÇÃO DO DETENTOR DOS DIREITOS AUTORAIS E DE IMAGEM***
Marisa Letícia, Lula e Bumlai em retrato que foi anexado a processo da Operação Lava Jato

Em depoimento à Polícia Federal, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a investigação de integrantes de seu governo na Lava Jato faz parte de um "processo de criminalização do PT" e admite relação de "amizade" com o pecuarista José Carlos Bumlai, um dos presos da operação. 

Cunha recebeu propina de obras da Olimpíada do Rio, diz Procuradoria


Cunha durante votação na Câmara dos Deputados
 
 O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), auxiliou a edição de medida provisória para beneficiar as empreiteiras envolvidas em obras para a Olimpíada de 2016, no Rio.

Delator cita ex-ministros argentinos em suposto esquema da Lava Jato

petrolão


 O lobista Fernando Soares, o Fernando Baiano, um dos delatores da Operação Lava Jato, se comprometeu a entregar ao Ministério Público Federal detalhes de um esquema de corrupção que envolveria uma empresa e dois ex-ministros argentinos.

Novo ministro da Fazenda pode ser afastado do cargo por pedaladas


brasil em crise

Fernando Bizerra Jr/Efe

Nelson Barbosa, que assume o Ministério da Fazenda
Nelson Barbosa, que assume o Ministério da Fazenda


O novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa,, está na lista de pessoas que podem ser punidas pelo TCU (Tribunal de Contas da União) no caso das chamadas "pedaladas fiscais". O tribunal considerou ilegais os atrasos dos repasses da União para quitar benefícios sociais e subsídios pagos por bancos públicos em 2013 e 2014.

Nelson Barbosa assume Ministério da Fazenda no lugar de Joaquim Levy

Pedro Ladeira/Folhapress
Coletiva dos Ministros Nelson Barbosa e Joaquim Levy sobre corte de gastos. Foto: Pedro Ladeira/Folhapress
Joaquim Levy e Nelson Barbosa durante entrevista em setembro
A presidente Dilma Rousseff definiu que Nelson Barbosa, que estava na pasta do Planejamento, substitui Joaquim Levy e é o novo ministro da Fazenda. 

Substituto de Levy deve ser divulgado ainda nesta sexta

Alan Marques/Folhapress
Levy pede convergência de esforços para superar fase mais forte do ajuste fiscal
O ministro da Fazenda Joaquim Levy

18/12/2015 14h38

A presidente Dilma Rousseff disse a assessores que pretende anunciar ainda nesta sexta-feira (18) o substituto do ministro Joaquim Levy (Fazenda), logo depois do fechamento do mercado. Segundo auxiliares, ela está acertando os últimos detalhes para que isto possa ser feito e acabar com especulações sobre quem vai comandar sua política econômica a partir de agora. 

No Pará, polícia encontra submarino que seria usado para tráfico de drogas

Cotidiano

Divulgação/Polícia Civil do Pará

Submarino encontrado pela polícia no Pará seria usado para tráfico internacional de drogas
Submarino encontrado pela polícia no Pará, que seria usado para tráfico internacional de drogas
 
18/12/2015 14h16

Em um canal estreito do rio Guajará-Mirim, no nordeste do Pará, próximo a uma vila de pescadores, uma placa alerta: "Não entre sem permissão. Área particular". Quem desobedecesse veria, à frente, duas barracas de madeira. Uma servia para o alojamento de 15 pessoas. A outra, para a construção de um submarino que seria usado no tráfico internacional de drogas. 

Delcídio do Amaral é transferido para unidade da PM em Brasília

petrolão

 O senador e ex-líder do governo Delcídio do Amaral (PT-MS) foi transferido da Superintendência da Polícia Federal de Brasília para o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, também na capital federal.

Eduardo Cunha vendeu emissora de rádio sem ter o aval de ministério

Poder

Pedro Ladeira/Folhapress

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), fala com a imprensa sobre a decisão da maioria dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre o rito do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff
Eduardo Cunha fala com a imprensa sobre decisão do STF sobre rito do impeachment de Dilma

18/12/2015 12h00

 O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), vendeu uma emissora de rádio sem ter o aval obrigatório do Ministério das Comunicações para tal.

Questões de ordem: O jogo virou


brasil em crise

Se excetuarmos Gilmar Mendes, que falou num país "sem governo", que "vai ladeira abaixo", o voto mais enfático da tarde desta quinta (17), no Supremo Tribunal Federal, veio de um ministro que muitos ainda associam ao campo petista.

Lava Jato é causa de discórdia entre Michel Temer e Renan Calheiros

mônica bergamoA Operação Lava Jato está no centro da discórdia entre o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e Michel Temer. Calheiros está convencido de que o vice-presidente tentou ajudar políticos com quem tem estreita ligação a se livrarem das investigações, pouco se importando com o destino do próprio senador. 

OAS venderá parte da concessionária que controla aeroporto de Guarulhos

Marcelo Justo - 7.out.2010/Folhapress
 
Aeronave da Korean Air decola no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos


A gestora de fundos canadense Brookfield assumiu na madrugada desta sexta-feira (18) o compromisso de comprar por R$ 1,35 bilhão a participação de 24,4% da OAS na Invepar, concessionária que controla o aeroporto de Guarulhos.

A operação ainda está sujeita a uma "due dilligence" —avaliação profunda das contas— que será feita pela Brookfield.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

STF decide de costas para o país

Publicado em 17 de dez de 2015
Supremo invalida comissão do impeachment da Câmara e dá ao Senado a palavra final sobre o afastamento da presidente. Acompanhe o Sem Edição com Augusto Nunes e Marco Antonio Villa.
 vejapontocom 

Com tumulto e apoio do Planalto, Picciani volta à liderança do PMDB


brasil em crise

Pedro Ladeira - 7.out.15/Folhapress
O então líder do PMDB, Leonardo Picciani (RJ), que tenta retomar o cargo
O então líder do PMDB, Leonardo Picciani (RJ), que tenta retomar o cargo
 

Após uma tumultuada checagem de assinaturas, o deputado federal Leonardo Picciani (RJ) foi restituído nesta quinta-feira (17), com o apoio do Palácio do Planalto, à liderança do PMDB na Câmara.

Maior operação contra facção tem 767 mandados de prisão no Paraná ESTELITA HASS CARAZZAI DE CURITIBA 17/12/2015 15h33 - Atualizado às 22h05 500 Mais opções Cadernos apreendidos com um casal de "contadores" do PCC (Primeiro Comando da Capital) no Paraná, em agosto do ano passado, acabaram resultando na maior operação já realizada contra a facção criminosa no país. Deflagrada nesta quinta-feira (17), a operação pretende cumprir 767 mandados de prisão contra integrantes do PCC, facção criada em São Paulo que se espalhou pelo país. Mais da metade dos investigados já estão detidos em penitenciárias do Paraná. Para a polícia, no entanto, os novos mandados são importantes para desestimular o ingresso na organização criminosa. Até as 15h, 194 mandados ainda não haviam sido cumpridos. Foram presos 93 suspeitos. Outros 484 já estavam nas penitenciárias e receberam nova ordem de prisão. Inicialmente, a Secretaria da Segurança do Paraná divulgou a existência de 757 mandados, mas depois corrigiu o número. A polícia também cumpriu quatro mandados de busca, um deles em um hotel no centro de Curitiba que a investigação apontou como pertencente à facção. O estabelecimento era usado para lavagem de dinheiro e para hospedar chefes de outros Estados. Contas bancárias também foram bloqueadas. "Nós queremos desestimular, desmistificar a quadrilha", disse o secretário de Segurança do Paraná, Wagner Mesquita. "É um combate à cultura de facção", completou Luiz Alberto Cartaxo Moura, diretor do Depen (Departamento Penitenciário do Paraná). "Pense como preso: estou para sair. Agora me aparece um novo mandado só por causa desses caras [do PCC]?", disse Moura.Todos os suspeitos irão responder pelo crime de associação criminosa, previsto em lei desde 2013 e cuja pena pode chegar a três anos de prisão. Questionada se haveria risco de rebeliões com as novas prisões, a Secretaria da Segurança informou que está monitorando a movimentação dos presos e que estará preparada para agir caso algum risco seja identificado. BATISMO A investigação começou a partir da prisão de duas pessoas que trabalhavam como "contadores" do PCC no Paraná, em agosto de 2014. Debaixo do colchão do casal foram encontradas dezenas de cadernos e anotações –o que deu nome à operação, chamada de Alexandria em referência à grande biblioteca da Antiguidade, destruída por um incêndio. Os papéis contêm os "batismos" feitos pela facção no Paraná, os padrinhos de cada afiliado e números de telefone –a polícia não explicou como era o ato de filiação ao PCC. Editoria de Arte/Folhapress Origem da investigação PCC no Paraná (fo1l). Os cadernos também registram o pagamento das mensalidades, de cerca de R$ 400, apelidadas de "cebola". "Batizou, tem que pagar a cebola. É igual padre, é para sempre", diz Moura. Com as informações, as polícias Militar e Civil traçaram um organograma da facção, pediram o grampeamento de cerca de 200 telefones e interceptaram 30 mil ligações. Nas conversas, identificaram chefes de outros 11 Estados, que realizavam crimes como tráfico de drogas, roubos, tráfico de armas e homicídios. As informações da investigação serão remetidas aos outros Estados –além de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Alagoas, Ceará, Goiás, Santa Catarina, Pernambuco e Rio Grande do Norte. "RESUMOS" Os cadernos apreendidos dão detalhes sobre o modus operandi do PCC. A principal atividade –e a mais lucrativa– da facção é o tráfico de drogas. Com o dinheiro, os chefes pagam advogados, dão suporte financeiro a algumas famílias e garantem proteção a quem está dentro ou fora da prisão. No Paraná, a maioria dos membros está presa. É o oposto do cenário em São Paulo, onde a maior parte está solta, ou "na sintonia", segundo o jargão da facção. Os chefes são chamados de "resumos". Existem resumos locais, regionais, federais e disciplinadores (esses, os responsáveis pela execução de inimigos ou infiéis, de acordo com as investigações). Quem faz a comunicação entre quem está preso e quem está "na sintonia" são advogados e familiares. Na operação desta quinta, dois advogados também foram detidos, suspeitos de desvirtuarem suas funções e atuarem, na prática, em favor do grupo, transmitindo recados a líderes e auxiliando na administração. A Secretaria de Segurança do Paraná admite que vem falhando em impedir a comunicação dos membros nos presídios. O órgão, porém, afirma que está fazendo sua parte com a operação e que, no ano que vem, pretende instalar bloqueadores de sinal de celular nas penitenciárias para dificultar a atividade do PCC. Os nomes dos presos não foram divulgados.

Cotidiano



 Cadernos apreendidos com um casal de "contadores" do PCC (Primeiro Comando da Capital) no Paraná, em agosto do ano passado, acabaram resultando na maior operação já realizada contra a facção criminosa no país.

Senado aprova pedido de investigação a Temer em última votação do ano

brasil em crise

 Em mais um embate com o vice-presidente da República Michel Temer, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), colocou em votação um requerimento que pede ao TCU (Tribunal de Contas da União) a investigação de Temer em relação às assinaturas dele em, ao menos, sete decretos não numerados que autorizaram a abertura de crédito orçamentário sem o aval do Congresso em 2015.