terça-feira, 25 de outubro de 2016

Henrique Alves apresentou Eduardo Cunha como referência para abrir conta na Suíça


Por Painel
Espelho, espelho meu Investigadores da Lava Jato identificaram várias semelhanças nos procedimentos usados por Eduardo Cunha e Henrique Alves para a abertura de contas no exterior. As letras nos formulários são praticamente idênticas e, em pelo menos um dos casos, o endereço de instalação das empresas controladoras é o mesmo. Além disso, o ex-ministro do Turismo pelo PMDB cita Cunha como referência na papelada das contas. Há relatos de que o mesmo gerente realizou as operações.

Renan pede a Temer reunião de emergência entre os três Poderes

 
Por Painel
 
Cúpula Renan Calheiros pedirá formalmente a Michel Temer uma “reunião de emergência” com os chefes dos três Poderes. Quer discutir a ação da PF que prendeu policiais legislativos e outros casos em que vê abuso.

Sem citar Renan, Cármen Lúcia exige respeito aos juízes do Brasil

petrolão



Ministra Cármen Lúcia acaba de assumir a presidência do Supremo
A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia

A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, rebateu as críticas feitas pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), ao juiz Valisney Souza de Oliveira, que autorizou, na sexta (21), a prisão de quatro policiais legislativos, entre eles o chefe da Polícia do Senado, Pedro Carvalho. Nesta segunda (24), Renan chamou o magistrado de "juizeco"

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Palocci é indiciado sob suspeita de corrupção passiva na Lava Jato

petrolão



O ex-ministro Antonio Palocci, preso na segunda-feira (26) em nova fase da Lava Jato
O ex-ministro Antonio Palocci, preso na segunda-feira (26) em nova fase da Lava Jato
24/10/2016 15h30

Preso na Operação Lava Jato, o ex-ministro Antonio Palocci Filho foi indiciado pela Polícia Federal, nesta segunda-feira (24), sob suspeita de receber propina do grupo Odebrecht a fim de defender os interesses da empresa. 

Planilha indica repasse de R$ 8 mi da Odebrecht para Lula, diz PF


petrolão




Robson Ventura - 3.set.2011/FolhapressLula, na obra do Itaquerão, com o ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez e Emílio Odebrecht (dir.)

Lula, na obra do Itaquerão, com o ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez e Emílio Odebrecht (dir.)



A Polícia Federal concluiu que o apelido "Amigo", que consta numa planilha de pagamentos de propina apreendida com funcionários da Odebrecht, faz referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

domingo, 23 de outubro de 2016

Arena do Corinthians foi presente para Lula, diz patriarca da Odebrecht


petrolão



Robson Ventura -3.set.2011/Folhapress


- SO PAULO, SP, BRASIL, 3/9/2011, 12:40:32 Festa de aniversrio do Corinthians na frente do fielzao.O ex Presidente Lula nas obras do Fielzo. Foto: Robson Ventura/Folhapress,(VENCER)
Lula visita obras do Itaquerão com o ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez e Emílio Odebrecht (dir.)

23/10/2016 02h00

A Lava Jato vai chegar ao Corinthians. Emílio Odebrecht, presidente do conselho de administração do grupo que leva o seu sobrenome, afirmou em acordo de delação, em fase de negociação, que o estádio construído pela empreiteira foi uma espécie de presente ao ex-presidente Lula, torcedor do time. 

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Polícia Federal cumpre mandados no Senado

Pedro Ladeira/Folhapress


BRASILIA, DF, BRASIL, 24-08-2016, 18h00: Plenário do senado durante a votação da DRU na noite de hoje. O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) preside a sessão. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress, PODER)
Plenário do Senado Federal durante sessão, em agosto

21/10/2016 08h26

A Polícia Federal cumpre, nesta sexta-feira (21), mandados no Senado Federal. 

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Cunha é preso em Brasília; casa do ex-deputado é alvo de busca no Rio

Poder




Pedro Ladeira/Folhapress
Anterior Próxima
Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ao sair da Câmara após pronunciamento sobre sua renúncia. Leia mais

O ex-deputado Eduardo Cunha foi preso em Brasília pela Polícia Federal nesta quarta-feira (19) e sua casa no Rio foi alvo de operação de busca e apreensão. 

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Manifestantes pró-Lula fazem vigília em frente à casa do ex-presidente


Poder




 Jorge Araujo/Folhapress


SAO BERNARDO DO CAMPO SP Brasil 17 10 2016 Apoiadores passaram r a noite na porta do edifício onde mora o ex-presidente Lula para impedir eventual ação da Polícia Federal. Ato de Vigília foi marcado pelo Facebook,marcado po Eduardo Guimarães foi o ultimo a chegar as 08hs fez uma gravação e prevê ainda balões brancos e cartazes em frente às superintendências da PF em todo o Brasil.. Jorge Araujo Folhapress 703 ORG XMIT: XX
Vigília em frente à casa de Lula, em São Bernardo do Campo



Manifestantes fizeram uma vigília na madrugada desta segunda-feira (17) na casa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo. No auge, o encontro chegou a reunir cerca de 80 pessoas. 

domingo, 16 de outubro de 2016

Odebrecht pagou R$ 11 mi a filho de ex-ministro do STJ

petrolão



O ex-ministro José de Castro Meira, que deixou o Superior Tribunal de Justiça em 2013
O ex-ministro José de Castro Meira, que deixou o Superior Tribunal de Justiça em 2013

16/10/2016 02h00

Um laudo feito pela Polícia Federal na Operação Lava Jato revela que o escritório do advogado Marcos Meira, filho do ex-ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) José de Castro Meira, recebeu pelo menos R$ 11,2 milhões da Odebrecht de 2008 a 2014. 

sábado, 15 de outubro de 2016

Lava Jato promete fortes emoções na reta final do ano


Geraldo Bubniak - 12.abr.2016/AGB/Folhapress
Ex-senador Gim Argello (PTB), preso na 28ª fase da Operação Lava Jato, no IML de Curitiba (PR) para exame de corpo de delito
Em imagem de abril, o ex-senador Gim Argello (PTB) é preso na 28ª fase da Operação Lava Jato

15/10/2016 02h00

BRASÍLIA - Gim Argello condenado a 19 anos de prisão, Eduardo Cunha réu pelas mãos de Sergio Moro, Lula réu pela terceira vez desde o início das investigações e executivos da Odebrecht prestes a selar um acordo de delação premiada. 

Odebrecht deve incluir mais 30 funcionários em acordo de delação

petrolão


Rivaldo Gomes/Folhapress
 
Presente em 21 países, com 168 mil funcionários, o Grupo Odebrecht tem receita de R$ 107,7 bilhões e lucro de R$ 498 milhões ao ano. Muitos de seus braços são investigados pela Operação Lava Jato, o que levou em junho à prisão do presidente da empresa. Na imagem, funcionários limpam a fachada da sede, em São Paulo, após protesto. Conheça 22 braços do grupo. Leia mais

A Odebrecht deve incluir mais 30 funcionários no acordo de delação premiada que negocia com o Ministério Público Federal. Se isso acontecer, a empresa pode ter ao todo mais de 80 delatores na Operação Lava Jato. 

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

“A situação do ex-presidente Lula fica cada vez mais complicada”, diz Camarotti




https://2.bp.blogspot.com/-Ve0c46LPfX8/Vo-0P6UZGEI/AAAAAAAAGlM/kYBemAPb6nYB2013nXPRmSFG7fAov0s0gCPcB/s1600/LINHA%2BDO%2BBLOG%2B-%2BME%25CC%2581DIA.png


O MPF (Ministério Público Federal) denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o empreiteiro Marcelo Odebrecht, herdeiro da Odebrecht, e Taiguara Rodrigues, empresário e sobrinho da primeira mulher do petista, e mais oito pessoas por um esquema de desvios envolvendo a empreiteira e liberação de verbas do BNDES para obras em Angola. 

QUEM VAI ENTREGAR LULA?


Marcelo Odebrecht vai delatar Antonio Palocci e Guido Mantega.
Seu pai, Emilio Odebrecht, vai delatar o amigo Lula.

O Antagonista foi informado, porém, de que outros executivos da empreiteira prometeram entregar o comandante máximo da ORCRIM.

Um deles vai detalhar a conta corrente de Lula no Setor de Propinas da Odebrecht, contabilizada na planilha “Amigo”.

Sim, ela existe. Sim, ela já está com a PF.


sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Festival de derrotas do PT é aperitivo para prisão de Lula

 
 
Publicado em 7 de out de 2016
O colunista Felipe Moura Brasil comenta a semana de derrotas do PT nas urnas, no TCU e no STF, que encurtou o caminho para a prisão de Lula. 

 

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Zavascki divide principal inquérito da Lava Jato e inclui Lula

Poder


Mantega é proibido de ocupar cargo ou função de confiança

Eles também terão de pagar multa de R$ 54 mil cada, conforme decisão do tribunal


O então ministro da Fazenda, Guido Mantega - Givaldo Barbosa/8-9-2014

por Vinicius Sassine

05/10/2016 19:21 / Atualizado 05/10/2016 22:01



BRASÍLIA - O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e o ex-secretário do Tesouro Nacional Arno Augustin sejam inabilitados para o exercício de cargos públicos de comissão ou de confiança na administração pública federal, o primeiro por cinco anos e o segundo por oito anos. Além disso, cada um terá de pagar multa de R$ 54 mil, conforme decisão aprovada pelo plenário do TCU no início da noite desta quarta-feira.

Defesa do presidente do Instituto Lula pede 55 dias para alegações preliminares

Cleide Carvalho - O Globo

SÃO PAULO — A defesa do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, pediu ao juiz Sérgio Moro prazo de 55 dias para apresentar a defesa prévia à denúncia feita pelo Ministério Público Federal, de lavagem de dinheiro por ter pedido à OAS que pagasse pela armazenagem do acervo presidencial de Lula. O serviço, pago pela empreiteira de 2011 a 2016, custou R$ 1,3 milhão. 

Moro autoriza comissão da Presidência a avaliar "tralhas" de Lula


Por: Estadão Conteúdo

06/10/2016 - 10h13min

Governo adere ao primeiro-damismo para suavizar imagem sisuda e masculina



Pedro Ladeira/Folhapress
Brasilia, DF, Brasil 05.10.2016 A primeira-dama Marcela Temer foi ao PalAcio do Planalto na manhA desta quarta-feira (5), ao lado do presidente Michel Temer, para participar do lanCamento do programa CrianCa Feliz, do qual sera embaixadora Foto:Pedro Ladeira/Folhapress cod 4847
A primeira-dama Marcela Temer participa do lançamento do programa Criança Feliz


Nunca o atual governo sorriu tanto. Fotos e vídeos do discurso de estreia de Marcela Temer pululavam nas redes sociais. 

Reunião de Pauta > 04/10/16


O Antagonista

Fora do Planalto e com 350 prefeituras a menos, PT estima perder controle de 50 mil cargos



Por Painel

Vem pra rua Apeado do governo federal e com cerca de 350 prefeituras a menos do que havia conquistado em 2012, o PT projeta um cenário em que até 50 mil pessoas que ocupavam cargos comissionados nas máquinas administradas pelo partido perderão os postos em 2017, quando a sigla será desalojada de grandes estruturas como a Prefeitura de SP. O número circula em reuniões internas. Além do revés político, uma questão prática: as doações dos filiados — agora sem cargo — devem despencar.
Naufragou Petistas avaliam que a derrocada no Sudeste — principalmente em São Paulo — era prevista. Lamentam que nem no Nordeste, de onde o partido esperava tirar forças para se reerguer, o cenário foi positivo.

Decisão do Supremo aproxima Lula da cadeia


Ao manter a porta da cadeia aberta para os réus condenados na primeira e na segunda instância do Judiciário, o Supremo Tribunal Federal estreitou o horizonte de ex-poderosos como Lula. Submetido aos rigores jurisdicionais de Sérgio Moro, o morubixaba do PT será recolhido a um presídio se eventual sentença condenatória do juiz da Lava Jato for confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Nessa hipótese, mesmo que recorra aos tribunais de Brasília, o ex-presidente da República terá de aguardar atrás das grades o desfecho da apelação.

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

TCU rejeita, pelo segundo ano seguido, contas do governo de Dilma Rousseff


Ueslei Marcelino - 5.jun.2015/Reuters
Dilma ao lado do ex-ministro Guido Mantega; contas da gestão da petista foram rejeitadas
Dilma ao lado do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega; contas da gestão da petista foram rejeitadas


O TCU (Tribunal de Contas da União) rejeitou por unanimidade, pelo segundo ano seguido, as contas de gestão da ex-presidente Dilma Rousseff. 

PF indicia Lula e empresário por corrupção para favorecer Odebrecht


petrolão

Diego Padgurschi/Folhapress
Anterior Próxima
O ex-presidente Lula em ato no ABC contra o impeachment de Dilma Rousseff. Leia mais


A Polícia Federal indiciou por corrupção o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por suspeita de beneficiar um parente, Taiguara Rodrigues, em contratos com a empreiteira Odebrecht. Rodrigues, sobrinho da primeira mulher de Lula, e Marcelo Odebrecht, ex-presidente e herdeiro da construtora, foram indiciados por corrupção e lavagem de dinheiro. 

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Lula não renascerá das cinzas



Publicado em 2 de out de 2016
Os colunistas de VEJA Reinaldo Azevedo e Augusto Nunes analisam o fracasso dos resultados do Partido dos Trabalhadores nas eleições municipais de 2016. Na conversa, eles também falam sobre os resultados nas principais capitais do país.


 

Medidas de Lewandowski no CNJ serão reavaliadas

Alan Marques/Folhapress
Ricardo Lewandowski durante julgamento do impeachment no Senado
Ricardo Lewandowski durante julgamento do impeachment no Senado

No último dia em que comandou o CNJ (Conselho Nacional de Justiça), o ministro Ricardo Lewandowski assinou duas resoluções introduzindo mudanças na gestão dos tribunais. Ele não consultou e nem avisou a sua sucessora, ministra Cármen Lúcia, nova presidente do conselho. 

Operação Lava Jato amplia equipe de investigadores


petrolão


Apesar de a Operação Lava Jato ter completado 30 meses e ter apontado à Justiça que já desvendou a maior parte do do esquema de corrupção na Petrobras, a equipe da força-tarefa de delegados da Polícia Federal e de procuradores do Ministério Público Federal em Curitiba ainda está crescendo. 

domingo, 2 de outubro de 2016

Delação premiada de empresário levanta novas suspeitas sobre Presidente do Senado, Renan Calheiros


E Renan Calheiros, Presidente do Senado, cada dia mais envolvido em escândalos de corrupção. Vergonha! 

PF investiga Lula por antena próxima a sítio em Atibaia

A antena da Oi próxima ao sítio usado por Lula em Atibaia

 
01/10/2016 23h50
A Polícia Federal do Paraná abriu mais um inquérito para investigar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O foco é a antena da empresa de telefonia Oi instalada nas proximidades do sítio em Atibaia (SP) usado pela família do petista. 

sábado, 1 de outubro de 2016

Novo delator cita entrega de propina a Renan, diz revista


petrolão





Um novo delator da Operação Lava Jato, apontado como um dos distribuidores de propina decorrente de contratos da Transpetro para a cúpula do PMDB, disse ter entregue dinheiro ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), segundo a revista "Veja" desta semana. 

ÓDIO MORTAL!!! Gleisi Hoffmann promete: ”vou ESMAGAR Moro”


Estilo Gleisi  famoso em Curitiba. Soberba, autoritária, ambiciosa e centralizadora, se acha o 3º caroço do abacate.

Força-tarefa da Lava Jato intensifica negociações para delação da Odebrecht


Reprodução/TV Globo
Sede da Odebrecht em São Paulo; força-tarefa da Lava Jato reforça negociação para finalizar delação
Sede da Odebrecht em São Paulo; força-tarefa da Lava Jato reforça negociação para finalizar delação
Integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato intensificaram as negociações para a finalização da delação premiada da Odebrecht. Depoimentos foram colhidos durante toda a semana passada. O ritmo deve se manter na próxima.