domingo, 19 de janeiro de 2014

CASSI tem Voto de Minerva e o Voto de Minerva tem nome e sobrenome.


Segundo fofoca que rola solta em Brasília nos corredores da Cassi (embora a CASSI não tenha Voto de Minerva institucionalizado), na prática, ele existe sim.

A pessoa conhecida por lá como sendo o Voto de Minerva do BB chama-se: Loreni Senger conselheira deliberativa eleita.

Em recente votação polêmica ela declarou seu voto acompanhando o BB.

Foi dado um outro encaminhamento à matéria para evitar que isso acontecesse.

Com a proximidade das Eleições da CASSI muitas ciladas estão sendo arquitetadas por parte de alguns "colegas", membros da nossa CASSI, eleitos por nós, mas que uma vez, dentro do esquema não medem esforços  nem consequências para permanecer dentro dele. A infidelidade é um mero detalhe.

Preparemos-nos para amargar mais infidelidades. Em passado recente tivemos que engolir as irregularidades perpetradas por toda a Diretoria da AAFBB numa conturbada e escandalosa eleição. Não adiantou demonstrarmos o nosso desagrado. Nem a demanda de algumas Ações Judiciais para impedir os desmandos que culminaram com a aclamação de Célia Laríchia na Presidência da nossa maior associação de aposentados.



Loreni Senger era vice-presidente da AAFBB, portanto, foi conivente com a fraude daquelas eleições em nossa associação.



Aguardem mais detalhes nos próximos capítulos.



 

4 comentários:

  1. Cuidado com as traíras.

    ResponderExcluir
  2. Ninguem cospe no prato que come.

    ResponderExcluir
  3. Mais uma razão para termos o dobro de cuidado na votação que se aproxima.

    ResponderExcluir

POLÍTICA E ECONOMIA